terça-feira, 15 de novembro de 2011

0 Era só mais um garoto....4º Episodio

Eu não posso ainda não estou pronta . Falei saindo de cima de dele e sentando na cama .
-Esta bem Mari relaxa ainda temos muitos anos juntos .
-Anos ?
-Claro muitos anos e muito tempo . Ele sorria
-Sei .
-Mas mudando de assunto você falou com a sua mãe , para ela deixar eu ir com vocês 
-Ainda não, vou falar hoje a noite espero que ela deixe . Ele falou alisando meu cabelo.
-Também espero que ela deixei .
-Ta então eu te ligo para pergunta se ela deixou Ok.
-Ta .
Ficamos ali deitados na cama conversando e fazendo planos para o final de semana o tempo passou rápido e ele teve que ir , logo após que ele saiu fui assistir Tv e esperar a minha mãe chegar , eu estava torcendo para que ela deixasse ele ir , mesmo que tivesse que dormi em quartos separados e tal.
Minha mãe chegou cedo era por volta das 20:00 em ponto .
-Oi mãe quero falar com a senhora ,sabe eu nunca peço nada .
-Oi filha eu sei .
-Então lembra aquele amigo meu que eu chamei para estudar comigo hoje é ele pode ir com agente para a casa da vóvó .
-Olha filha eu não sei ligue para a sua vó e pergunte se ela deixa, eu deixo mas com uma condição a que durmam em quartos separados ok ?
-Esta bem mãe vlw.Dei um beijo e um abraço nela agradecendo-a subi rápido para ligar para a minha vó peguei o telefone e disquei o número .
-Oi vó como a senhora vai ?
-Oi minha netinha linda eu estou bem e você ?
-To ótima vó , posso pedir uma coisa .Falei tão feliz que me faltava ar .
-Claro querida .
-Posso levar um amigo para a sua casa .
-Claro minha linda vai ser bom que você não fique sozinha aqui .
-Obrigada vó Te Amo .
-Também Te Amo minha flor .
--------------Fim da ligação -----------------
Liguei para o Felipe para avisa-lo que a minha mãe tivera deixado e estava tudo pronto mas estava dando ocupado e me lembrei A FESTA , meu deus como eu pude me esquecer fui correndo tomar um banho , sai do banho e peguei uma calça jeans no guarda-roupa , uma blusa ombro caído preta com alguns detalhes roxos , meu escarpin preto, fiz um olho preto esfumado e passei um gloss meio que transparente. 
-Marii . Minha mãe gritava 
-Oii .
-Tem um rapaz aqui lhe esperando para a festa .
-Ta já estou indo .
Passei um perfume coloquei uma pulseiras e desci .
-Nossa filha você ta linda .
-Obrigada mãe .
-Eu só obrigado a concorda com a sua mãe Mari . Disse Pedro rindo pra mim .
Eu rir .
-Então vamos . Ele falou 
-Claro . Eu falei
O Pedro também estava lindo uma blusa azul escura com detalhes roxo uma calça preta com detalhe branco na lateral , me despedi da minha mãe , saimos tinha uma carro lá fora 
-Você dirigi ? . Perguntei surpresa 
-Claro aprendi a algum tempo e falta pouco anos para eu tirar a carteira de motorista. 
-Ata.
Entramos no carro e fomos a casa do amigo dele não era tão longe não acho que com uns 30 min chegamos, chegando lá eu sai do carro e fiquei olhando a casa era enorme cabia muita gente ali imagino o quanto de pessoas que ainda iam chegar .
-Então vamos entrar .
-Claro .
A maioria das pessoas da escola estavam lá e alguns que eu nunca tivera visto na vida.
-Iai cara . Disse um garoto enquanto eu e o Pedro andavamos .
-Iai .Disse Pedro sem nem olha quem era .
Fomos andando até chegar ao ponto central da festa tinha muita gente mesmo como imaginei , tinha DJ os comes e bebes mas o que eu mais gostei foi de dança com o Pedro mas faltava algo o Fê ele disse que viria e eu iria me encontrar com ele aqui mas nem o vi então decidir ir procura-lo iria inventa algo para o Pedro para ir procura-lo sozinha .
-Pedro eu vo para um lugar com menos barulho .
-Ta eu vou com você .
Ele pegou na minha mão e me arrastou dali andamos e parecia que não tinha fim aquela casa e finalmente vi uma porta era a dos fundos , tinha uma piscina enorme ficamos ali sentados ali na beira da piscina não tinha ninguém ali todos estavam dentro da casa .
-Eu preciso fala com você e é serio .
-Espera depois você pode falar tudo que quiser .
Ele me beijou eu senti culpa pelo Fê e o afastei ele com as mãos .
-Porque você fez isso Mari ?
-Eu não posso .
-Mas poque ?
-É sobre isso que eu quero falar eu e o....
Fui interrompida pelas palmas da Rebecca .
-Ora ,Ora , Ora não era você que a algumas horas estava namorando o Felipe e agora beija o Pedro você é Rápida eim garota .
-O que ? Você esta namorando o Felipe , Mari ?
-Não é isso eu vou explicar tudo .
-Eu não quero explicações já entendi tudo .
Ele se virou e foi embora me virei para a Rebecca .
-Me esqueci garota você não cansa de me fazer mal. Eu falei furiosa 
O Felipe saiu de trás de um arbusto que tinha atrás da Rebecca e ficou de lado dela .
-Mari . Ele me olhava com desprezo.
-Fê . Eu o olhei tentando falar , mas não saia nenhuma palavra .
-Ta vendo meu amor ela não é para você . Ela passava as mãos pelo ombro dele .
Você não presta mesmo né Rebecca ? Fê você sabe que não é o que pareci eu e o Pedro ...
Ele me interrompeu e disse ....
-Eu vi e ouvir tudo Mariana não precisa de explicações . Adeus! Foi a primeira vez que ele me chamou de mariana com aquele tom de voz .
Ele se virou eu comecei a chorar.
-Aonde pensa que vai venha aqui sua Perua oxigenada .
Peguei ela pelos cabelos e a joguei na piscina e ela caiu com tudo .
-Eu vo te matar sua Vaca . Ela falou irritada .
-É mesmo to esperando . Me virei e sai dali , tirei o salto para correr melhor ,O Fê precisava saber a verdade eu ia contar tudo ao Pedro mas a Rebecca apareceu fazendo um berro só, aquela Vaca não iria estragar a minha vida assim de uma hora para a outra quando cheguei em frente a casa, o Felipe não estava em parte alguma meus olhos varreram tudo que estava a minha volta mas não o encontraram vi o Pedro conversando com um amigo do outro lado da rua e fui fala com ele .
O amigo dele veio em minha direção e disse ....
-Oi você deve ser a Mariana sou o Justin o dono festa .
-Oi Justin prazer!
-É melhor ir falar com ele , até outra hora.
-Tchau .
O pedro estava com uma cara tão triste que chega dava pena ele estava sentando no meio fio da calçada com a cabeça baixa .Levantei o rosto dele com uma de minhas mãos os seu rosto era indescritivel não tinha nenhuma expressão a não ser a de dor enxuguei uma lágrima que caira de seu rosto .
-Ei não chora . Eu falei mas meu olhos se encheram d´água .
-Como não vou chorar Mari Eu te amo mais que tudo nessa vida e você Ama outro .
-Oh Pedro ei olha pra mim você sabe que Te amo não sabe ?
-Sei mas você escolheu ele porque o Ama mais .
Eu não contive as lágrimas e elas escorreram pelo meu rosto .
-Eu não queria que você tivesse ouvido aquela historia daquela maneira eu queria te falar com calma e não queria te magoar esse nunca será meu objetivo . Ele me abraçou forte e disse ....
-Eu te amo e vou te esperar o tempo que for preciso . Ele sussurrou cada palavra com cautela para que eu me lembrasse sempre .
-Eu também Te amo .
-Eu sei mas agora enxuga essas lágrimas porque quem passar vai pensar que te bati ou algo do tipo .
Eu sorrir enxugando as lágrimas em meu rosto , Levantamos .
-Então vamos fazer o que ?
-Eu não sei me diga você . Eu falei com cara de ´Ainda tem mais´ ?
-A noite é uma criança não é ?
-Sim .
-Aceita ir lá em casa ?
-Fazer o que ?
-Não sei conhecer a minha casa.
-Combinado mas sem segundas intenções ok ?
-Você pensa que eu sou o que Mari ?
-Nada Pedro,nada! 
-Combinado sem segundas intenções eu juro .
Entramos no carro algum tempo depois chegamos em um grande prédio eu sai do carro e ele fez o mesmo .
-Nossa que maneiro. Eu falei olhando de cima abaixo o Prédio .
-É eu sei . Disse Pedro 
Era um prédio alto acho que uns 15 andares e eu era bem bonito .
-Vamos .
-Ah claro . Falei andando 
Subimos ele morava no décimo terceiro andar .
-Pode entrar. Ele falou abrindo a porta .
-Nossa , então cade os seus pais ?.Eu falei entrando e meu olhos varreram tudo cada detalhe da casa .
-Não estão .
-Como não estão ? Falei surpresa e quase gritei .
-Ue não estão , viajaram foram comemorar o terceiro aniversário de casamento só voltam quarta .
-Hum então tem a casa toda para você ?
-É isso mesmo , vem quero te mostra o resto da casa .
Eu o segui até o ultimo quarto a esquerda e era bem arrumado para um garoto .
-Esse é o seu quarto ?Perguntei mesmo sabendo que era dele 
-É eu sei quase nunca você ver garotos organizados já sei .
Eu rir .
Estou com fome quer comer algo ?
-Sim também estou faminta . Admiti 
Ele pediu uma pizza e comemos assistindo ´Uma Amor Para Recorda ´ eu chorei no final.
-Nossa você é mole em Mari . Ele falou sorrindo pra mim 
-É as mulheres são´ moles´ como você diz mas você acostuma .
Ele riu .
-Ai posso te pedi uma coisa ?
-Claro .
-Me faz companhia hoje .
-Eu não sei só se a minha mãe deixar .
-Ta então eu ligo pra ela . Ele pegou o telefone 
-É melhor ligar do meu não acha ?
-Ah claro .
-Eu ligo. Falei pegando o celular 
Digitei os números e liguei .
-Oi mãe 
-Oh Mari você sabe que horas são ?
-Não .
-Você já passou da hora de vim .
-Oh mãe é que .... que...
-Diz a ela que não estou me sentindo bem e se você pode passar a noite aqui ? Ele sussurrou para que ela não ouvisse .
-Fala Mari o que é ?
-Que o Pedro não está bem comeu algo na festa que não lhe fez bem e os pais dele viajaram eu posso ficar aqui? Fui logo ao ponto eu estava enrolando de mais e ela poderia não acreditar .
-Oh Mari eu não sei você e um garoto ai sós .
-Ele vai dormir sofá ta bom ?
-Ta eu deixo mas amanha já para casa mocinha.
-Ta mãe . 
---------Fim da ligação-----------

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regrinhas Dos Coments :
1.Nao Pode Chingar !
2. Deeicha Seu Bloog eu faço uma visita e sigo =)
3. Deiche Sua Sugestao Aii ^^